top of page
LOGO SAPICUA VETORIZADA.jpg

Sapicuá Pantaneiro

Nossa história

A história do Sapicuá Pantaneiro se entrelaça a trajetória cultural de Cláudia de Medeiros. Tudo inicia no ano de 2003, quanto a produtora cultural cria o projeto Sapicuá Pantaneiro, que é um trabalho voltado para a valorização da cultura pantaneira. 


Ali, Cláudia conheceu a faixa paraguaia e se apaixonou por toda riqueza cultural por detrás dela. A partir daí ela inicia toda uma pesquisa e por quase quase dois anos procurou uma artesã que pudesse ensinar o passo a passo de como confeccionar uma faixa paraguaia, considerando que a mão de obra na época já era escassa e era raro encontrar artesãs que dominassem a técnica da confecção dessa indumentária.


Após uma longa busca, Cláudia conhece a artesã Marli que dividiu com ela os seus conhecimentos sobre a faixa paraguaia. Com essa parceria, a artista passou a viajar com a produtora cultural para dar aulas e desde então Cláudia não parou mais esse trabalho de difusão.


Atualmente, ela é pioneira no estudo em torno da faixa paraguaia e o Projeto Sapicuá Pantaneiro é referência em termos de pesquisas sobre esse acessório.
“Há 20 anos trabalhamos com a produção e a difusão da técnica de produção da faixa, com várias mulheres pantaneiras, e homens, peões, que a confecciona. Esta imersão criativa é uma forma de atualizar o design para o mercado que está surgindo, especialmente, após a novela Pantanal. Tudo que foi relacionado a faixa pantaneira para a novela foi confeccionado por essas mulheres pantaneiras, sendo que há décadas era muito difícil a gente encontrar tecelã que fizessem as faixas. Hoje, elas são muitas, então, é essencial essa renovação, inovação”, destaca Cláudia.

bottom of page